Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Como vão as coisas...no "mundo 23"

Quarta-feira, 21.01.15

Bom dia a todos....há muito tempo que não passo por aqui.

 

A nossa vida, tem andado a 1000km/h! Eu sei que isso não justifica a ausência, mas o minutos disponíveis são precisosos para brincar com a nossa princesa, que está cada vez crescida. Está muito, muito mexida, quando está acordada não para....anda sempre a 1000! Dorme muito bem, e come mito bem, tem energia que não se consegue medir.

 

Fala pelos cotovelos, já diz imensas palavras. Sabe o nome de todas as pessoas com quem lida diariamente, e reconhece nas fotorafias. Em termos de desenvolvimento motor, não anda. CORRE!!!

 

Adora estar no pavilhão, rodeada dos meninas e das meninas...e principalmente das bolas. Devido a essa adoração, domingo a primeira grande queda no pavilhão. Resultado, um olho à belenenses.

 

O que me traz aqui, não é só o desenvolvimento da nossa princesa, mas também o que se passa a nível profissional. Neste momento, estou mais ligada à área da formação que adoro. Contudo, também tenho estado ligada ao mundo empresarial, mas a descobrir realidades que eu não sabia que ainda se verificavam. É urgente que os nossos empresários evoluam, para que se consiga ter sucesso. Sim há sucesso, mas poderia ser muito mais, se simples detalhes forem alterados....todos ficariam satisfeitos.

Estas experiências servem para aprender e pensar que a nossa realidade ainda está tão distante do desejado.

Isto daria uma novela....mas ficará para outros momentos, agora fica só este desabafo.

 

Beijinhos

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ss-rabugenta às 13:30

Fim de Ciclo

Terça-feira, 06.01.15

Hoje, foi o dia a seguir ao fechar de um ciclo na família, para os que não conhecem, os meus pais tinham talhos, um negocio de rua ou do comercio tradicional, como muitos, durante 40 anos (mais ano menos ano) foi a atividade que suportou, a família, passou do avó para o pai e não chegou a netos!

 

Não foi fácil, dizer, encarar e metalizar os nossos pais que, tinham de parar/fechar aquilo que foi o dia a dia deles durante toda a vida, aquilo que sustentou a família e que permitiu alimentar a família, educar e formar os filhos, é algo sombrio, sórdido até, os filhos dizerem aos pais, pagas-te para me formar, e o que aprendi serve para dizer que está na hora de parar, também percebi ao longo da minha formação, que um negocio, tem de gerar resultados, sejam eles financeiros, sociais ou pessoais  e neste momento, nada disso acontecia, portanto, é hora de se dedicarem a vocês, a nós, os filhos e aos netinhos.

No entanto e apesar de tudo, esta é a decisão logica, racional e operacional.

 

Mais complexa, se torna a decisão, por causa do lado social, sentimental, afetivo e das quebras de rotinas, se eu próprio ando nostálgico e melancólico… Não foi fácil, chegar, ver a porta fechada, ir para casa e passar no talho, verificar a atividade do dia, conversar com eles, coordenar e resolver o que havia pendente.

Se para mim é difícil, o que será para eles que lá andaram todos estes anos?

Sim, tenho jeito para aquilo e gosto da atividade.

 

Hoje e após 10 anos de grande envolvência direta no negocio, no pós acidente do meu pai, dei por mim no trabalho, inquieto e com a sensação de que estava a esquecer-me de algo, não estava, dei por mim com o telefone na mão, para ligar a saber como tinha corrido o dia e preparar as encomendas/chegadas de carne para os próximos dias, passado mais um bocado, de telemóvel na mão para ligar a alguns fornecedores para coordenar entregas e as quantidades, em ambas, sorri e pensei, isso já não é preciso fazer ….Passado um bocado, dei por mim a pensar e se não foi a opção correta, o que podíamos ter feito e em que alturas para evitar?

O pensarão vocês todo o dia?

Agora penso, podíamos ter feito muitas coisas, e podia ou não ter resultado, mas também o que interessa, agora e perante o cenário esta foi a decisão tomada e é esta que prevalece, portanto, vamos todos ficar com as boas recordações e o futuro dirá de sua justiça.

 

A ELES, se algum dia algo não tão correu bem, é por isso que somos pais e filhos, foi sempre tudo pelo melhor de todos nós, trabalhar em família, pais e filhos, devia ser proibido, é muito complexo, mas nunca desistir!.

Por fim obrigado, pois, tenho a certeza que se algum dia me chatear com os imensos números que trabalho no dia-a-dia, vou aí a um sitio qualquer, peço emprego a cortar carne e mostro o meu curriculum vitae, agarro a faca, afio-a e começo a cortar, sei que os deixarei muito bem vistos.

 

Abraços

Nuno Cerejo

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por NC-Turças às 00:50





mais sobre mim


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Nós

154689_1429433146381_1549423573_30937601_1585107_n

Somos Família há...

Daisypath Anniversary tickers

O crescimento da nossa família

Lilypie Second Birthday tickers

quantos nos visitam....

contador de visita

de onde vêm....



links

Mais sobre mim....



comentários recentes

  • Kasy

    Nada do que vale reamente a pena é fácil e as inte...

  • O Pai

    tão fofos :) parabéns, keep counting.

  • O Pai

    Seguir o instinto pode ser perigoso LOLObrigado!

  • O Pai

    Sucesso!

  • NC-Turças

    Bom dia!É um prazer te-la como "seguidora/Leitora"...

  • Blog Profissão Mãe

    Gostei de conhecer a vossa aventura :)

  • NC-Turças

    Boa tarde!Para nós será um prazer "que nos link" n...

  • O Pai

    Também vou ser pai. O ET tem 4 meses dentro da bar...

  • Rita Ribeiro

    O Nuno não percebe nada disso :) A kika também é u...

  • ines

    manda vir ideias :) .....




subscrever feeds